Arquivo do blog

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

- Instauração do reino de Deus

"26 Mas, depois, se assentará o tribunal para lhe tirar o domínio, para o destruir e o consumir até ao fim.27 O reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão".
Se sabe que Cristo virá pronto, e vai estabelecer Seu reino, e os vencedores da Igreja reinarão com Ele. Mas enquanto isso, todas as nações estão sofrendo a tirania de Satanás. Inclusive o moderno Israel está sofrendo essa escravidão. Quando voltará Israel a estar sob o reino de Deus como antigamente? Até que seja tirado todo poder dos gentios e até mesmo de Satanás (cfr. Ro. 11:25). Diz a Palavra de Deus que a criação inteira está aguardando ardentemente, gemendo com dores de parto, a manifestação dos filhos de Deus e que a criação mesma será libertada da escravidão a que tem sujeitado Satanás e suas hostes malignas que a tem dominado (cfr. Romanos 8:19-22). Há um mandato decisivo do Senhor de que nos encarreguemos de difundir e pregar o evangelho do reino, mas devemos lutar fortemente contra uma poderosa oposição comandada pelo diabo. As hostes do reino das trevas estão organizadas hierarquicamente nos ares. Cada nação ou província da terra tem seu príncipe satânico, ajudado por incontáveis potestades, dominadores, governadores das trevas e exércitos de anjos caídos (cfr. Ef. 6:12). Eles são os verdadeiros inimigos, e a Igreja é a única que não está sob o governo de Satanás e seu reino tenebroso. A Palavra diz que Deus "Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor " (Col. 1:13). Também diz a Palavra que o Senhor disse ao apóstolo Paulo que lhe enviava aos gentios "para lhes abrires os olhos e os converteres das trevas para a luz e da potestade de Satanás para Deus" (Atos 26:18).
A Palavra de Deus revela que Cristo já está reinando agora; está sentado no trono do Pai; e nós em cada localidade estamos representando o reino de Deus. Para que o reino de Deus seja bem representado em cada localidade, se deve estar guardando a unidade do corpo de Cristo. As divisões na igreja dão a imagem de um reino dividido. Quando Josué chega à terra prometida, ele avança com o exército a seu comando, um só exército, para tomar para Deus a terra prometida localidade por localidade. Mas que na verdade agia com eles, e lhes dava a vitória, era Deus; e vejam como lhes entrega a primeira cidade, a Jericó. Recordam o quadro? Somente tiveram que obedecer a ordem de Deus, como disse o chefe do estado maior do exército. Daremos seis voltas na cidade em seis dias, e no sétimo dia proclamaremos a vitória de Deus, dando nesse dia sete voltas. Disse Josué: Gritai, porque o Senhor vos tem dado a cidade.*(1) e aquelas fortes muralhas caíram derribadas como se fosse de papelão. Era a vitória de Jesus Cristo. Mas em Jericó não se detiveram; seguiram tomando as outras cidades, e Deus pelejava por eles e com eles, e iam tomando localidade por localidade, para instaurar um começo e modelo do reino de Deus sobre a terra. Nós temos essa missão: ir tomando localidade por localidade, e ir estabelecendo o reino em cada uma delas.
*(1) Cfr. Josué 6:15-21
Quem deseja realmente que venha e se manifeste o reino de Deus? As pessoas recitam a oração do Pai Nosso, e dizem: " 9 Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;10 venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu" (Mt. 6:9-10). Mas se eu digo ao Senhor: "Venha teu reino"; necessariamente que deve vir em primeiro lugar a mim. Que o Rei (Cristo) reine em mim. Tenha seu trono em meu coração, ponto central de minha vida. E reinando em mim e reinando em ti, E reinando em cada um dos irmãos, como conseqüência o Senhor reina na Igreja, e assim então se está vivendo o reino. E o mundo poderá ver que Deus reina em nós; isso é inocultável. Unos mais, outros menos, mas o que não se submete, pois então há disciplinas, há provas, se estabelecem instancias, o Senhor trata conosco. Que diz a Palavra de Deus ao respeito? Quais são os princípios do reino? Estuda-se com atenção, muitas vezes, o famoso sermão do monte. Aí estão resumidos os princípios do reino, como devemos viver; como nos comportar como filhos de Deus. Diz o Senhor ali que nossa vida deve ainda ser mais rígida que a dos próprios religiosos. "Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus" (Mt. 5:20). Isso declara enfaticamente o Senhor. "Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus" (Mt. 5:3).
Então, quando ainda estava em vigência o governo da quarta besta, já tem uma primeira manifestação a pedra não cortada com mãos. Já se manifesta no cenário da terra santa. Em Mateus 3 diz a Escritura por boca de João o Batista; ele estava pregando pelo deserto, mas abre sua boca para declarar algo de suma importância: "Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.3 Porque este é o referido por intermédio do profeta Isaías: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas". Nesse momento todavia não se manifesta; apenas se está aproximando; de maneira que já é tempo de que se arrependam. Já está por perto o que o há de manifestar, o que o há de reger. Logo no seguinte capítulo, no 4, diz o Senhor em pessoa: " Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus". Todavia o reino nesse momento não havia chegado; apenas estava próximo. Para sua manifestação tem o Senhor que permanecer um tempo aqui desenvolvendo Seu ministério terreno, e logo ser levado à cruz, onde morre por nossa salvação, e logo ser sepultado, e logo ressuscitar, e logo ascender aos céus e ser glorificado, e logo enviar Seu Santo Espírito, a fim de que Seu Espírito nos traga a vida de Deus e penetre e faça morada em nosso espírito e se faça um só com nosso espírito, e comecemos realmente a fazer parte do novo homem, do verdadeiro homem que há de reinar nesta terra, não para o reino das trevas senão para Deus, Jesus e Sua Igreja, trazendo com Ele o reino dos céus, e a representar o reino de Deus nesta terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário